VIVA O CENTENÁRIO DE PAULO FREIRE

Paulo Freire em Pedagogia da autonomia nos fala, da “boniteza de ser gente”, da boniteza de ser professor: “ensinar-e-aprender não podem dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”. 
Neste 19 de setembro, em que comemoramos seu centenário somos todos convocados a sairmos de nosso lugar comum e irmos em busca de novos pensares, novas pedagogias, novas perspectivas, novos sonhos.
Paulo Freire continua vivo no coração de homens e mulheres que teimam em acreditar na possibilidade de uma educação crítica, socialmente comprometida em atender aos desejos inclusivos de  todos os oprimidos desse mundo.

VIVA PAULO FREIRE! FORA OS NEGACIONISTAS! FORA BOLSONARO!

Prof. Moreira Firmino